sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Anónimos famosos - by Frinxas / Cap I

Com o intuito de dinamizar mais um pouco este blog, decidi dar a conhecer alguns dos anónimos que, de uma maneira ou de outra, vão fazendo coisas dignas de registo (pelo menos para mim).
Desportivas ou não, e aproveitando os meus conhecimentos, irei com o tempo fazer destas perguntas á malta. Espero que gostem...!
O primeiro eleito (claro que paguei), foi um tal de Pedro Brandão.
Não seriam necessários recuar muitos anos para, este mesmo senhor ser visto a tocar guitarra e jogar bilhar, sempre de cigarro na boca. Os tempos passaram até que certo dia apareceu, todo vaidoso, com a sua nova Look e a perguntar se eu ainda andava de bike.
Passaram mais umas "meia dúzia" de dias e ele... FEZ UM IRON MAN.
A ideia era eu fazer-lhe este questionário mais perto do evento, mas esperei que lhe passasse a "febre", e talvez as respostas fossem ser um pouco diferentes. Isso pensava eu, mas não só continua com o mesmo pensamento, como já tem planos para 2014!!!
. . .
De que fase mais gostas, desta de atleta ou de uma anterior de fumador/jogador de bilhar/guitarrista?
São coisas um bocado incomparáveis. Na altura era isso que me apetecia fazer. Se me falassem em sequer correr 1 Km, chamava tolinho ao tipo… Não me arrependo pois na altura isso fazia sentido para mim. Mas reconheço que cometi alguns exageros, que me foram prejudiciais para a saúde. Alias, beber e fumar são suficientes para tal seja muito ou pouco. Á distância posso dizer que sou mais feliz com esta fase de agora. O desporto traz-me muito mais coisas boas para além da satisfação que me dá.  
Aquilo cansou não Pedro?
Cansou e não foi pouco. Por muito que estejas em forma, cansa sempre.
Sentes-te mesmo de ferro?
Sinto-me acima de tudo realizado com ter concluído o Iron Man, mas com vontade de fazer mais e melhor.
Sendo de ferro, podes treinar há chuva?
À chuva ou ao sol com frio ou com calor treina-se sempre. O melhor disto tudo são os treinos.
Descreve-nos a prova Pedro...
A prova foi muito dolorosa para mim, não só pela distância, que já era um grande desafio tendo em conta que treinei poucos quilómetros, principalmente de corrida, mas porque depois sofri de problemas abdominais que me fizeram parar várias vezes e ter dificuldade acrescida durante todo o percurso.
Qual a parte que mais adoraste, os treinos/objectivo ou o evento em si?
Como disse para mim acho que o melhor disto tudo são os treinos e o estilo de vida que se ganha. Claro que as provas são um momento de superação pessoal aonde vamos tentar bater os nossos tempos e mostrar a nos próprios que treinamos para aquilo. É assim que eu encaro as provas, mas ao mesmo tempo faço isso com muito muito gosto, e estar nas provas torna-se dos momentos em que tudo vale a pena. Principalmente neste tipo de provas de longa distância.
Cruzar a meta, sinónimo de alívio ou alegria?
Cruzar a meta foi uma alegria muito grande. Nessa altura esquecem-se as dores todas, todas as dificuldades e somos os maiores do mundo.
Dizem que essas provas são viciantes. Qual a tua opinião?
Confirma-se. Fazer triatlo é viciante mas fazer este tipo de provas ainda mais.
Segundo o que sei, a tua bike estava no top3 das inscritas. Top 3 dos melhores galheiros claro. É verdade? Sentiste-te inferiorizado nessa secção?
Sim. É verdade que a minha bike juntamente com mais algumas era de gama inferior ás existentes na prova. Principalmente porque nestas provas 90% das bicicletas são preparadas para tal, ou seja, são bicicletas de contra-relógio/triatlo com aerodinâmica diferente, pois o segmento de ciclismo desenrola-se toda em solitário, ou seja não podemos fazer o chamado “andar na roda”.
 Qual a secção que mais gostaste na prova?
Nesta fase gosto dos 3 segmentos. É isso que o triatlo tem de bom. Temos sempre que nos balancear perante 3 modalidades tão diferentes. Na prova de Barcelona em concreto, acho que usufrui mais da natação, pois foi a fazer em que embora já com dores abdominais, me senti melhor.
Tiveste em excelente apoio familiar como sabes. Saiu-te caro e aborrecido, certo? 

Ambos sabemos que escutar Pablo é assim meio custoso.
O apoio familiar é fundamental. Quer na prova, mas acima de tudo, durante o período de treino para a prova. São muitas horas de ausência de casa e isso pesa. Mas quando existe essa compreensão por parte da família tudo se torna mais fácil e no fim tudo compensa.
É o triatlo o teu desporto de eleição?

Sim sem dúvida. Neste momento o meu desporto de eleição é o triatlo.
Quanto tempo de treino achas necessário para alguém fazer uma brincadeira dessas?

Isso depende muito de cada um e do tempo que cada um pode despender para fazer um IronMan. Mas acho que 5 meses deve ser o tempo mais ou menos ideal para quem já está com alguma forma.
Durante a prova, em algum momento pensaste em desistir ou pensar se tudo tinha valido a pena?

Não isso não. Desistir nunca me passou pela cabeça. Por muita dor que se tenha a fazer uma prova daquelas, desistir é sempre, sempre um opção que não me passa pela cabeça.
Valeu a pena o teu sacrifício e empenho?

Claro que sim. Acabai a prova e isso era o primeiro objectivo. Ficaram grandes ensinamentos para o futuro, e acima de tudo entendi melhor o tipo de treino que é necessário fazer para uma prova destas. Volume, Volume e mias volume.
Obrigado.
Para terminar, deixo aqui mais duas perguntas, esperando sinceramente que as respostas sejam dadas pelos próprios, num comentário...
Pedro, mesmo sabendo que é super duro e não estando ao alcance de qualquer um, achas-te capaz de, pelo menos mais uma vez, conseguir escutar o Pablo?
Carla, é verdade que ele durante os treinos, passava mais tempo de volta do grelhador do que contigo?

Espero que tenham gostado amigos.

OBRIGADO PEDRO


obs.: respostas dadas pelo próprio Pedro e em nada alteradas, exceptuando apenas a sua ordem. Nenhuma das minhas "vítimas" me pediu isto, a iniciativa foi totalmente minha, e são famosos (para mim claro), por um ou outro motivo, desportivo ou não. Neste caso em concreto, para além de uma total mudança de atitude e modo de vida, fazer um Iron Man é completamente "fora", pelo menos para mim claro.



! ! ! . . . BOAS PEDALADAS . . . ! ! !  

3 comentários:

NO FLATS disse...

Muito Bom Sr Frinxas!!!

Há que dar a conhecer os VERDADEIROS ATLETAS, ou seja, todos nós que para pudermos treinar nos levantamos as 4h da manhã, faça sol, chuva ou gelo. Em que o único patrocínio que temos se chama salário.

Abraço e parabéns ao Pedro pela excelente prova

Anónimo disse...

Está cá um entrevistador!!!!
Eh pá, para responder á tua pergunta sobre o Pablo, o que te posso dizer é que não gosto do estilo de música do gajo mas que tem uma grande banda a acompanha-lo e que ele proprio tem musica no sangue é verdade. Deu um espetaculo muito bom no Coliseu.
Mas deixa lá isso do Pablo e anda mas é fazer triatlo :)

Luís Santos disse...

Grande atleta este meu primo Pedro Brandão
Com ele já fiz 2 provas (melhorei meu tempo 1/2 maratona Porto( baixei de 01:54:00 para 01:44:00) e fiz 10 km/s (00:40:00)
Já me passou o "bichinho "
Aqui dia faço um Ironman