domingo, 16 de dezembro de 2012

FRINXAS O MARATONISTA - CAPÍTULO XI

A 1ª SÃO SILVESTRE
Aceitando o desafio proposto pelo Brandão e pelo Bilinho, lá fui eu para o Porto por á prova as minhas características quenianas.
Ontem gastei cerca de 1h para esta mesma distância, e hoje fui para lá, não a pensar em 1h, mas um bocado menos.
Correu-me muito bem, mas nunca imaginei que fosse fazer o tempo que consegui...
52m28s
Vá... Ok... Riam-se lá malta, mas acreditem, para mim foi uma autêntica vitória.
Nunca imaginei sequer correr uma São Silvestre, muito menos uma com 10.000 inscritos.
A confusão no início é muita, mesmo muita, mas ao olhar para o lado somos absorvidos por toda aquela festa e acabamos por esquecer aquela gente toda. De repente algo me fez lembrar uma célebre edição da Maratona de Portalegre hehe
Andei calmo de início, pois de outra forma não dava, e depois lá encontrei o meu ritmo, e a 3km do final, lá decidi apertar bastante mais o meu ritmo, e claro, por causa disso ainda ando á procura das minhas pernas!!!
Resumindo, foram 52 minutos, 32 litros de suor pela cara abaixo e um mega empeno de que tão cedo não me irei esquecer. Estou para ver o estado das pernas amanhã!
Obrigado Nuno Ribeiro por me teres chamado, se não o tivesses feito não te reconhecia.
Obrigado Domingos Ladislau... És um santo!
Brandão, se amanhã não conseguir andar, vou-te dar na cabeça.

1 comentário:

Pedro Brandão disse...

Nada disso amigo. Amanhã vais andar com dores é certo mas vais ter a satisfação de teres feito a tua 1ª s.silvestre. DEpois vais qeurer fazer outra e outra e toutra e depois já não cehgam 10 Km tem de ser mais e depois meia maratona e depois uma maratona e ficas a correr que é um mimo. PArabens grande frinxas. Se serve de alguma coisa ficou orgulhos de ter sido a "má influência" que te fez vir á S.Silvestre. Forte abraço.