terça-feira, 23 de outubro de 2012

Carta a Lance Armstrong - 2 / O milagre

Bem, antes de te começar a lixar a tola Lance, aviso já que estou a escrever isto sem nada pensado. Vou escrevendo conforme me dá ma mona, e vai ser difícil. Acabei agora mesmo de chegar a casa e a Sandra está ali com o texto do costume:
-Ainda agora chegaste e já vais para o computador?
Enfim, tu sabes como são as mulheres pá. Vá lá que uma das tuas era cantora, e ao ouvir o que eu ouço, sempre teria mais timbre... Acho eu.
Pois, é, mas digo-te que fiquei meio lixado contigo. Estava mesmo esperançado numa resposta tua, e afinal... Nada! Isso não se faz pá. Tiveste o trabalho de responder ao Pat (McQuaid) e aos amigos dele, podias bem ter-me respondido algo. Não tiveste hombridade (fui eu que escrevi esta palavra?) para tal, mas ok, faço um esforço por fazer de conta que te entendo.
Ora vamos lá então, muita malta me acusa de não ler, ou ler pouco, mas é mentira. Leio o JN todos os dias, a BikeMagazine, lia a OnBike, leio a Maria da minha sogra aos domingos, mas neste dia prefiro a revista do JOGO por causa das gaijas, e por aí fora, mas hoje, e por tua causa, aconteceram dois milagres, é verdade, e logo dois.
 O primeiro é que me fartei de ler pá. Toda a gente falava e escrevia sobre ti.
Primeiro pensei que deveria estar tudo maluco, mas não... Estavam mesmo a falar de ciclismo e ciclistas e essas coisas todas que só falam (ou escrevem) uma ou duas vezes por ano.
Por momentos, até eu mesmo cheguei a esquecer a troika, aquela maluca, e mesmo os tones dos lagartos que andam lá aos socos uns aos outros, e tudo... Por tua causa pá.
 Não imaginas a quantidade de palavras que escreveram sibre ti hoje. Algumas confesso, pareciam mais teorias da conspiração mesmo. Até te confundiram, e vestiram-te como um astronauta. Não te acreditas pá? Vai lá ver isto então. Mas para quem está de fora, começa a ficar mesmo com uma idéia (mais) errada do que é o ciclismo.
p.s.: a quem está a ler e não sabe o que é ciclismo, comprem qualquer um dos jornais de hoje... Qualquer um mesmo.
 Foi tão grande o teu feito, aos olhos destes palhaços, que, para além de me por a ler horas a fio, conseguiste a proeza de alcançar outro milagre... Até no PÚBLICO apareceste hoje pá, vê lá bem.
Jornal especialista em gravatolas e cenas do género, mas desceram tão baixo, mas tão baixo hoje, que colocaram uma notícia sobre ciclismo, imagina tu pá.
Um dia até me dei ao trabalho de lhes enviar um mail, que nunca me responderam, mas finalmente lembraram-se do ciclismo e dos ciclistas.
 Mas queres outro milagre pá?
Sabes aqueles meninos mimados da Rua Gonçalo Cristóvão que, desde que perderam a organização da VOLTA A "PORTUGAL", ou parte dele, nunca mais escreveram nada? Esses mesmo, aqueles que no Tour ou na tua 7ª vitória publicaram um anúncio do tamanho de um daqueles da necrologia?
Esses mesmo. Aquele que pura e simplesmente cagou no ciclismo tudo por causa de um capricho?
É verdade pá, até eles se deram ao trabalho de escrever algo sobre ti. E repara bem na foto, foram quase duas páginas. Vê lá bem aqueles malucos!!! Cá para mim devem ser (este e todos) amigos do Pat.
 Bem, e assim foi passado o meu dia pá.
Fiquei consolado de tanto ler sobre ti. Quem te viu e quem te vê... Está um homem.
Por tua causa a Giro vendeu milhares de capacetes, e por tua causa a NIKE lucrou milhões, e também por tua causa os xinocas lembraram-se de fazer umas imitações (muito reles diga-se) dos teus óculos, mas acredita, aquilo vendeu pa caneco pá. Agora tudo e todos te andam a cagar na cara... É normal, já não fazes vender mais nada, a não ser aos meninos da Gonçalo Cristóvão e aos amigos!!! É pena.
Sabes que mais, quando um desses te for bater á porta, diz-me onde ele/a mora. Para quê? Bater? Não, nada disso, só peso 62kg pá, mas é apenas para lhes ir cagar á porta mesmo pá.
Digam o que disserem e escrevam o que escreverem, as 7 ninguém te vai tirar, nem a pulseira amarela do meu pulso, que por acaso rebentou domingo, mas já tenho outra.
Bem, e porque escrevi isto?
Bem, o blog é meu, e foi um desabafo á Frinxas meus caros.
Confesso que o que vi e li hoje, apesar de ser tudo verdade ou quase verdade ou por ficar verdade, fico mesmo desanimado que só se lembrem de escrever sobre ciclismo nestas ocasiões, mas sabem como é, certo? É a sociedade em que vivemos. Outro resultado não seria de esperar.
Nunca vi ninguém ou nehum destes palhaços escreverem sobre o resto que ele fez para além do ciclismo, mas também sei que daqui a 10 anos estarei a escrever isto, pois já falo deste tema com os amigos há muito tempo já.
Para terminar... SEMPRE LANCE!!! A Sandra já está vermelha de tanto berrar já.
 
p.s.: ó pá, olha para a última foto!!! Escolhe outro bikini môsso!!! Ficas a matar assim!!!

3 comentários:

Pedro Brandão disse...

Amigo, é sempre um prazer ler estas tuas tolices aqui no blog aonde vais dizendo as verdades sobre o ciclismo.Continua que pelo menos tens sempre um leitor atento e que vai fazendo comentários. (o meu blog está a ganhar vida vê lá se vais visitando e mandando uns bitaites).
Quanto ao tema em si já não digo mais nada. Apenas isto: o Lance ou se ama ou se odeia e isso só é próprio dos grandes atletas ou outra coisa qualquer. É como os clubes: um gajo até pode dar uma bazucada no adeversário dentro da área mas um adepto desse clube vai sempre dizer que não foi penalty. Como Lance é igual. DIgam o que dizerem uns vão sempre amá-lo e outro vão sempre odiá-lo.
Rest my case.
Grande abraço

luis cabaço disse...

Frinxas estou totalmente de acordo contigo, uma pessoa que deu lucro de milhões e passa de bestial a besta, que quando ganhava etapas de grandes voltas e não se falava nele e agora por outras coisas escrevem paginas inteiras de jornais isto é de gente que não tem dois dedos de testa, não merece a água que bebe !!

Abraço
Luis cabaço

Rogério disse...

erMais um grande post Frinxas :)