sábado, 24 de março de 2012

Inspecções? Onde? Quem?

Já devem ter ouvido acerca do acidente de ontem na zona de Tondela.
Pois, um destes dias, em conversa com um amigo meu, lá se falou de várias coisas, uma delas foi o atestado médico que tenho de tirar todos os anos, onde está escrito que tenho condições psico-motoras para ter um cão de raça suscéptivel perigosa. O senão é que, falto meio dia á empresa, pago €15 no médico, e ele, sem olhar para mim, lá escreve aquilo. Bem, para isso pediam-me logo para transferir o dinheiro para a conta dos meninos lá da Praça do Comércio. Mas eles precisam de dinheiro, certo?
Nesse mesmo dia, íamos os dois na estrada, e um autocarro desses "novos" (importados com uns 300 anos), para além de parar sempre fora de paragens, mas sempre, deitava um fumo com mais cores do que as do arco-íris, e vinha literalmente a meter nojo na estrada. Era daqueles casos que, o senhor dr da empresa conhece o proprietário do IPO, e diz que se não passar não leva mais lá nenhum carro... Só pode!
Não será verdade? Pois... Já trabalhei numa empresa em que levei um papel de inspecção, verde claro, porque o motorista não podia andar mais porque estava lá uma operação Stop.
Errei? Claro, mas se não o tivesse feito, ou o motorista se tivesse negado... RUA!!!
Imaginem agora um acidente, com mortes... CULPA DO MOTORISTA COMO SEMPRE.
Não se acreditam? Andem numa dessas linhas e reparem bem no estado dos veículos.
Não é preciso muito, á minha porta passam desses autocarros "novos" todos os dias.
Agora pergunto eu... IPO para quê? Alguém me explica?
Não quero com isto dizer que foi o que aconteceu ontem, pois veículos pesados têm muitas, mas muitas mais "peças" para avariar do que um ligeiro, e sendo o peso bem superior, qualquer toque faz enormes estragos.
Mas olhando bem para a foto... É a minha opinião claro.
De certeza que aquele passou na IPO e estava em perfeitas condições, pena foi ter ficado sem travões!
Sentimentos á família da vítima!
Foi um desabafo de quem come alcatrão todos os dias amigo/as!

1 comentário:

Pedro Brandão disse...

Oi amigo Frinxas. É verdade. ´euma vergonha o que se passa nesses casos. É tudo uma corrupção sem fim. Infelizmente depois acontecem coisas destas. O mais fácil é culpar o motorista ou outra causa qualquer mas sem mexer nos interesses instalados.
Grande abraço